Maria! Não Me Mates, Que Sou tua Mãe!

1/2

Sexo, dinheiro, amores contrariados, ganância e matricídio. Ou «o maior crime que viu o mundo, praticado em Lisboa no ano de 1848», como diz Camilo Castelo Branco. Uma arrepiante história de faca e alguidar parodiada pelo genial escritor.

 

48 pp.
130x130mm
ISBN 978-989-98345-3-8

€7.42 (c/IVA)