João Pedro Henriques.

João Pedro Henriques – autor de Ana Gomes. A vida e o mundo – nasceu em Junho de 1966 em Luanda, Angola. Formou-se em Jornalismo pelo CENJOR em 1991, num tempo, hoje impensável, em que não existiam nem telemóveis nem Internet. Ainda se lembra de ditar notícias para a sua Redacção a partir de cabines telefónicas – do que não tem saudades nenhumas.

Iniciou a sua carreira profissional na agência de notícias Lusa. É algo que muito agradece pois foi o que o preparou para a velocidade supersónica do jornalismo online que hoje em dia (se) pratica. Depois circulou pelo Diário de Notícias, Público e novamente Diário de Notícias, cujo quadro integra desde 2006. A sua área de especialidade no jornalismo foi, quase sempre, a da Política Nacional. Durante muitos anos a sua Redacção foi na verdade um pequeno cubículo (uma antiga cabine telefónica) junto à Sala do Plenário da Assembleia da República. Cobriu – mas nunca a título permanente – a actividade de quatro presidentes da República: Mário Soares, Jorge Sampaio, Cavaco Silva e Marcelo Rebelo de Sousa.

A primeira campanha eleitoral que seguiu de fio a pavio – primeira de um total de que já perdeu a conta - foi a que levou o líder do PS António Guterres ao poder, em 1995. De 1991 a 1999 seguiu a questão de Timor-Leste. Em 1992, ao serviço da Lusa, foi um dos passageiros do Lusitânia Expresso; em 1999, trabalhando no jornal Público, chegou finalmente ao território, para seguir o período pós-referendo de autodeterminação. Quando regressou a Lisboa, em Novembro desse ano, deu por encerrada a sua ligação ao dossier Timor.

Foi nesse tempo que soube que havia em Portugal uma diplomata muito pouco diplomática chamada Ana Gomes.