top of page

O. Quem?

Atualizado: 23 de mar.

O. HENRY, pseudónimo literário adoptado por William Sidney Porter (1862-1910) quando se encontrava preso por uma fraude financeira menor, nasceu na Carolina do Norte, exerceu vários ofícios, entre os quais os de ajudante de farmácia, bancário e jornalista, no Texas, esteve foragido nas Honduras, e morreu em Nova Iorque, onde passou a última década da sua breve existência.

Ainda mais breve foi a sua carreira literária, que se pode resumir praticamente aos últimos quize anos de vida, os suficientes para escrever e publicar mais de meio milhar de histórias que fizeram dele o melhor contista da sua geração.

Fernando Pessoa planeou traduzir e publicar uma antologia de contos de O. Henry, tendo acabado por publicar apenas «A Teoria e o Cão» e «Os Caminhos que Tomamos» no terceiro número de Athena, saído em Dezembro de 1924, e «A Decisão de Georgia» no número 5 da mesma revista, em Fevereiro de 1925. Reunidos num único volume, são três contos que não deixam de ecoar, curiosamente, a vida atribulada do escritor norte-americano.
























 




Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page